27 de maio de 2010

Filme: (500) Days of Summer


Acabei de assistir “(500) Dias com ela” [(500) Days of Summer]
E depois de tanto ouvir falar, de tanto ler sobre o filme, preciso dizer que fazia tempos não me sentia bem por não me decepcionar com as expectativas de um filme.
As coisas acontecem, e simplesmente isso.
A forma como as vemos muda de acordo com o momento em que as olhamos. Tudo é uma questão de perspectiva, desde o olhar apaixonado ainda quase sonhador, ou o desiludido e decepcionado que sente-se perdido logo após uma ruptura repentina ou mesmo anunciada.
Com o tempo, indas e vindas em lembranças fazem com que tudo possa ser reavaliado de formas diversas. Por vezes inesperadas.
Simples e adorável. A mescla de atualidade com a roupagem retro do visual quase que atemporal de tanta mistura. Uma delicadeza que deixa leve e gracioso o visual do filme.
 A trilha, que além de The Smiths que tanto tinham dito e que eu amo, conta com outras faixas bem legais. Não conheço algumas, mas irei garimpar, mas Regina Spektor, Feist, Carla Bruni e uns clássicos que de nome me fogem agora…rs
Acho que é do tipo de filme que a cada vez que é visto, de acordo com seu momento e estado emocional, adiquiri um novo significado. Sim, eu sei que tudo na vida é assim, mas nesse caso, entrou pra lista dos que serão obrigatórios ver de tempos em tempos, logo ao lado de “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”. Cada um por seu mérito, mas os dois por fazerem rever certos olhares…
 Bom, é isso… resumindo, gostei muito.
Recomendo!rs

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...