10 de outubro de 2011

Filme: Mais estranho que a ficção


Certa manhã Harold Crick (Will Ferrell), um funcionário da Receita Federal, passa a ouvir seus pensamentos como se fossem narrados por uma voz feminina. A voz narra não apenas suas idéias, mas também seus sentimentos e atos com grande precisão. Apenas Harold consegue ouvir esta voz, o que o faz ficar agoniado. Esta sensação aumenta ainda mais quando descobre pela voz que está prestes a morrer, o que o faz desesperadamente tentar descobrir quem está falando em sua cabeça e como impedir sua própria morte



Sabe aquele filme que parece estranho no começo, mas que te envolve e te encanta com o tempo? Pois é, assim é esse filme, pelo menos assim eu o vejo.rs
Ontem à noite passou na Warner e lá fui eu assistir com o meu pai. A princípio ele não tinha gostado muito, acahndo tudo muito sem pé nem cabeça e bem monótono... mas quando os pontos começaram a se ligar ele foi se interessando, e não é que no fim ele gostou do filmes?!rs
Conto aqui essa breve análise de papai, porque eu já sou apaixonada pelo filme desde a primeira vez que vi, graças à indicação da Débora (obrigadu!).rs

Agora um outro detalhe importante, a trilha sonora desse filme é incrível!
Cacei umas faixas na amazon e no youtube pra ouvir inteiras e posso falar? São muito boas!

4 comentários:

Tati disse...

Lindona, estou voltando aos poucos. Gostando demais da diversificação e ótimos posts do seu blog. Esse filme eu sempre tive vontade de assistir, a próxima vez que passar na tv, não escapa ;)
Beijo enorme
Tati

Aline Aimée disse...

Eu AAAAMOOO esse filme!
Ótima indicação!

Beijoca!!!

Débora disse...

Opa só vi hj esse post kkk De nada clau!!!! é um dos meus favoritos kk você sabe né?!!!!!!!!!

Clau disse...

Pois é chuchu... pra vc ver... vc falou tanto que fui ver e me encantei também...rs
E dou o crédito a vc...rs

bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...