9 de novembro de 2011

Revolucionarismo fake é a nova tendência

Acho engraçado essa força estudantil, revolucionando e anarquizando na USP só porque foram pegos com seus baseados e revoltados com isso acham-se acima da lei e melhores que qualquer outro cidadão. É porque fazem USP que são melhores? Ah, não, a culpa é da polícia repressora que invade o campus e inibe a liberdade do pensamento e prepara seu golpe contra as massas novamente com todo seu poder.
Essa desculpinha esfarrapada de quem quer poder fazer o que bem quer, afinal temos sim liberdade de expressão, olha aqui eu falando o que dá na telha, e as pessoas que querem e tem motivos importantes pelos quais se mobilizar podem se organizar e coisa e tal. Esse papinho de bicho grilo dos anos 60/70 já deu né? Tá revoltado com o sistema, faça algo para mudar, mas sair quebrando tudo pela simples falta do que fazer e vontade de aparecer e causar polêmica, posar de mal e depois se safar por ter papai e mamãe que resolve tudo. Se gastasse 10% dessa energia em algo útil já estaria bom.
Acho um absurdo o pedido pra PM sair do campus, sendo que ela foi solicitada lá devido um alto número de assaltos, furtos, estupros e a morte de um aluno. Não sei se você já foi lá, mas é um lugar no meio do nada, cheio de mato onde não se acha quase ninguém dependendo do horário.

Já prestei serviços no CNU (Canal Universitário) e entrava lá quse 2 horas e já não tinha quase ninguém, na hora de ir embora, lá pelas 8 e pouco da noite, estava tudo escuro aquele matagual alto perto do antigo prédio da Reitoria e nenhuma viva alma, além do pessoal que saia junto comigo da gravação. Nem preciso dizer que morria de preocupação né?

Agora, colocar a vontade de alguns alunos alienados (não é a maioria, mas é grande parte de humanas né... povinho que se acha acima de tudo e melhor que todos) acima da segurança coletiva é realmente um absurdo, é revoltante!

Além de tudo, depredaram o prédio (patrimônio público), agrediram jornalistas e atacaram os PMs que estão ali para proteger. Os que foram retirados à força do prédio foram detidos, serão autuados em flagrante por desobediência a ordem judicial, dano ao patrimônio público e crime ambiental. Mas aí me deparo com depoimentos de mamães que acham bonito e concordam com que os filhos arruaceiros fizeram...

Fora da delegacia, mães de alunos detidos também reclamam da polícia.
"Eu sou a favor de todas as reivindicações deles para coibir a ação truculenta da polícia. Meu filho não fuma maconha, não bebe, o único vício dele é tentar mudar o mundo", disse uma advogada, mãe de um estudante de ciências sociais.
Ele disse que o rapaz dormia dentro de um carro com a namorada, em frente à reitoria, quando a polícia chegou e o algemou. Ela diz que o filho foi agredido com um capacete e cortou o rosto.
Outra mãe, que espera notícias da filha estudante de história, diz apoiar o movimento. "Eu entrei dentro do prédio e depois de ouvir tudo que me contaram, eu acho que eles tiveram razão de ocupar a reitoria", afirmou.

E aí, o que a gente fala? Acha bonitinho? Acha um absurdo?
Eu acho que eles deveriam bancar os estragos além das fianças.
Ah mas que estragos? Dá uma olhada nas imganes da tal manifestação:










Fonte das imagens: Galeria Folha

E depois de ver isso a gente lmbra, eles não reivindicam melhorias na educação, eles querem a liberdade de fazer do campus o que quiserem, usarem seus baseados, e outras vontades que bem entendam ser seus direitos. Eles não buscam mudanças sociais relevantes, só satisfazer suas vontades de mimadinhos que tudo querem e acham que tudo podem.
Querem se igualar aos militantes do período da ditadura e usam bandeiras e camisetas com a imagem de Che, como se isso fosse algo revolucionário nos dias de hoje, sabemos que virou tão comercial como o símbolo da coca cola. Querem que a polícia saia e não reaja enquanto têm em mãos coquitéis molotov e galões de gasolinas para ameaçar.

Não sou à favor de repreensão, de linha dura... Mas também sei que quem não deve não teme. Vimos rostos cobertos e pedaços de madeiras ameaçando, enquanto jornalistas e policiais estavam de cara limpa enfrentando a situação.

O que eu vi foi o vandalismo e grupos de pessoas mal intensionadas... agora resta o que vai ser dito e o que será feito... acho que não dar em nada, como sempre... mas queria que começasse a mudar essa lenda de que por aqui o crime e a bandidagem compensa.


Bjos


Um comentário:

Mirian Soares disse...

Concordo, concordo e concordo. Fiz faculdade pública, meu curso tem uma orientação totalmente marxista, fui de movimento estudantil e era esquerdista até o último fio de cabelo. Mas, vi muito oportunismo, muito discurso pseudo revolucionário (apesar de ter visto muitas pessoas comprometidas) e fui me enchendo. Sou a favor da livre expressão de pensamento, mas as pessoas confundem muito. Universitário pensam que é isento de ser punido? Façam-me o favor!
Bjokas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...