12 de janeiro de 2012

Dica de filme: Condessa de Sangue (Barthory)



Suspeita de torturar jovens virgens para se banhar em seu sangue, buscando a eterna juventude, a bela condessa húngara Erzsebeth Bathory foi proclamada como a mais prolífica e mortal vampira da história da humanidade. Seria mesmo culpada, ou apenas vítima da elite política? Inspirada em uma famosa personagem, esta é uma história que se passa em um século de guerras religiosas e caça às bruxas, mesclando ficção e realidade, nas diversas faces de uma lenda na época medieval.






Resenha

O grande truque é assistir sem expectativas, porque senão você pode, e geralmente vai se decepcionar.
Ok, o filme é longo, mas não se pode esquecer que é um filme Europeu e eles tendem a ter um tempo e um ritmo bem diferente dos blockbusters que hollywood costuma fazer. Tirando isso eles quiseram contar muita coisa em um único filme, o excesso de informação geralmente faz tudo parecer corrido e faltando pedaços, longo e cansativo...
Sim, achei o filme longo, mas não cansativo.
Gostei dos atores, da fotografia... mas o tal alívio cômico não agradou e me fez querer parar de ver, mas como a história me prendeu relevei e ignorei os padres patetas e continuei até o final.
Claro, imaginar que ela era uma personagem cruel e sádica, que matava para se banhar nos sangues de suas vítimas é bem mais interessante e empolgante... mas porque não buscar outros motivos e outras versões? Aquele período da história é muito difícil de ser descrito com toda a certeza e fidelidade aos fatos. Sabemos que a luta pelo poder poderia mesmo levar a conspirações e armações... Tudo era desconhecido e misterioso, e reputações eram fáceis de destruir tendo a igreja como aliada.
Vale assistir para conhecer, e filme nunca é demais...rs

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...